Marca do Crea-SP para impressão
Disponível em <https://www.creasp.org.br/noticias/destaques-da-fiscalizacao-do-crea-sp-em-fevereiro/>.
Acesso em 17/04/2024 às 03h29.

Destaques da fiscalização do Crea-SP em fevereiro

Operações especiais e acompanhamento em obras da Consolação e de prédio em Praia Grande marcaram o mês

28 de fevereiro de 2024, às 12h22 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Fevereiro é o mês da folia no Brasil e o Crea-SP fez a sua parte para garantir a segurança de quem trabalhou e curtiu a festa mais tradicional do país. Em operações especiais de Carnaval, as equipes de fiscalização do Conselho verificaram a presença de profissionais habilitados na organização de eventos e estruturas. Afinal, várias áreas da Engenharia estão envolvidas na preparação das festas, desde a construção dos carros alegóricos e trios até as estruturas de iluminação, palcos, camarotes e arquibancadas, para citar apenas alguns exemplos. 

Na capital, a operação passou pelo Sambódromo do Anhembi, onde aconteceram os desfiles das escolas de samba. Os agentes fiscais recolheram cerca de 50 Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs), documento que certifica que os profissionais e empresas prestadores de serviços são habilitados e registrados. “Entender essa necessidade faz com que o espetáculo seja, além de bonito, seguro, para os foliões e também para quem esteve na avenida”, explicou a presidente do Crea-SP, Eng. Lígia Mackey, que acompanhou a operação no Sambódromo 

Várias forças-tarefas durante o mês também tiveram foco especial no Carnaval, em um trabalho de orientação e prevenção junto a prefeituras, casas noturnas, clubes e empresas promotoras de eventos. Alguns exemplos foram as operações em mais de 30 municípios na região de Presidente Prudente; em 70 na região de Adamantina; em 20 cidades na área de Marília; e as cerca de 200 diligências na região do ABC Paulista.  

“É um trabalho minucioso de coleta de informações e orientações, que vamos, anualmente, semeando pouco a pouco”, detalha a gerente regional do Crea-SP em São José dos Campos, Eng. Joana Flavia Soares. Ela destaca uma operação no Esporte Clube de Ilhabela, que rendeu um contato próximo com a administração, preocupada em alinhar todo o necessário para garantir a segurança de todos em seus eventos. “Claro que já combinamos fazer novamente este trabalho para os próximos eventos, consolidando mais uma parceria muito importante para o Conselho”, completa Joana. 

Fiscalização em obras 

Ainda em fevereiro, uma equipe de fiscalização do Crea-SP esteve na rua da Consolação, onde houve o solapamento de parte da pista, devido ao vazamento de água na rede de distribuição da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que realizou reparos. Na fiscalização, foi observado que tanto a Sabesp quanto seu corpo técnico tinham registro e estavam em situação regular no Conselho, confirmando o exercício legal nas atividades desenvolvidas no local.   

O Crea-SP também acompanhou o caso do edifício Giovannina Sarane Galavoti, em Praia Grande, no Litoral Sul, que foi evacuado às pressas após apresentar danos estruturais em três pilares. Foram realizadas duas fiscalizações no local para verificar as responsabilidades técnicas do empreendimento. “Estivemos em contato com a Defesa Civil desde o início para contribuir com as apurações sobre o caso. Essa atuação em conjunto é fundamental para garantir a segurança da população”, detalhou o gerente regional do Crea-SP na Baixada Santista, Eng. Kledson Turra. A situação segue sendo acompanhada. 

Para além do Carnaval, outras forças-tarefas do período merecem destaque. Uma operação especial verificou mais de 250 empresas prestadoras de serviços de obras e manutenção em loteamentos residenciais na região de Mogi das Cruzes; outra checou o exercício profissional em obras e também apurou denúncias recebidas pelo Crea-SP na região de Adamantina; nas proximidades de Barretos, mais de 160 obras de construção civil, de pequeno, médio e grande porte, em condomínios foram fiscalizadas; e cerca de 250 diligências foram feitas em 30 cidades da região de Bauru. Em Teodoro Sampaio, também foram verificadas as ARTs de banheiros químicos, tendas, som, iluminação e outras estruturas do Campocooper, um evento voltado para o agronegócio da região. Na última semana do mês, o Crea-SP realizou 130 diligências em cooperativas agrícolas, armazéns de grãos, laticínios e frigoríficos da região de Presidente Prudente.  

Denúncia 

Para fortalecer a ação de fiscalização do Crea-SP, canais de denúncia estão disponíveis em todas as unidades do Conselho, no site, por telefone (0800 017 18 11), pelo e-mail: faleconoscocreasp܂org܂br ou pelo aplicativo Crea-SP, disponível para Android e iOS. 

 

Produzido pela CDI Comunicação