Brasil. República Federativa do Brasil
Notícias RSS

contraste

separador

Reuniões das Comissões do Crea-SP Jovem, Legislação e Normas e Acessibilidade

Encontros presenciais continuam na sede Angélica do Crea-SP


Crea-SP Jovem discutiu lista de palestrantes para o evento do próximo dia 5 de dezembro 

No final de outubro três reuniões de Comissões Permanentes foram realizadas na sede Angélica do Crea-SP.  No dia 21/10, durante o encontro da Comissão Permanente Crea-SP Jovem, o principal tema discutido foi a composição da lista de palestrantes que participarão do 11º Encontro Estadual Crea-SP Jovem, que será realizado em 5 de dezembro, em formato híbrido: parte online e parte presencial.

A coordenadora do Crea-SP Jovem, Eng. Ftal. Karla Borelli Rocha, reiterou a importância da comunicação do evento. Várias sugestões foram levantadas e, em breve, deve ser colocada em prática uma campanha exclusiva de divulgação.


Participantes debateram questões relacionadas às atribuições das comissões e câmaras

Legislação e Normas

Sob a coordenação do Eng. Cartog. Paulo de Oliveira Camargo a Comissão Permanente de Legislação e Normas recebeu, no mesmo dia 21/10, representantes das Câmaras Especializadas para debater questões relacionadas às atribuições das comissões e das câmaras.

A existência de conselhos profissionais também esteve no centro dos debates e os participantes manifestaram preocupação quanto à possibilidade de desaparecimento desses conselhos, em função do sombreamento. A conclusão geral dos presentes é de que o Crea-SP é uma lição para a sociedade, pois, ao contrário de outros conselhos profissionais, agrega profissionais de diferentes áreas que juntos trocam experiências, conhecimentos e fortalecem suas atividades.


Comissão encaminhou pedido à Presidência do Crea-SP para que analise propostas dos conselheiros

Acessibilidade

Na última reunião do dia 21/10, a Comissão Permanente de Acessibilidade, tratou das três principais propostas estabelecidas pelos conselheiros: a criação de um aplicativo, um vídeo institucional e o estabelecimento de acordos com órgãos públicos. O coordenador, Eng. Eletric. Antônio Claudio Coppo, afirmou que a Comissão deu sequência às propostas formuladas, enviando para a Presidência do Conselho um pedido para que sejam analisadas.

A primeira meta é o desenvolvimento de um aplicativo que permita aos usuários avaliar os projetos de acessibilidade executados em ambientes públicos e privados. “Pretendemos ter um apanhado de dados que nos garantirá uma atuação mais eficiente em termos de fiscalização e também em comunicar órgãos competentes quando necessário”, ressaltou.

Outro objetivo é a produção de um vídeo institucional, mostrando tudo o que deve constar em um projeto de acessibilidade, de acordo com a legislação específica.

“A terceira meta é formalizar acordos com órgãos públicos, semelhante ao que foi feito recentemente entre o Crea-SP e a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida “, exemplificou.

A rotina de trabalho na sede Angélica do Crea-SP, onde acontecem as reuniões presenciais, segue todos os protocolos de segurança e prevenção determinados pelos órgãos de governo e de saúde, como a obrigatoriedade do uso de máscaras para todos os participantes, espaçamento de 1,5m entre as cadeiras, totens com álcool gel espalhados pelo ambiente, higienização de microfones a cada uso e tapetes higienizadores.

Produzido por CDI Comunicação
Supervisão: Departamento de Comunicação do Crea-SP/SUPGES


  • compartilhar
  • Enviar por e-mail
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Linkedin
índice de notícias

Exibir notícias por:

Institucional

Fiscalização

Tecnologia

Área tecnológica na mídia










Crea-SP

Av. Brigadeiro Faria Lima, 1059

Pinheiros • São Paulo • SP • CEP 01452-920

Atendimento: 0800-0171811