Brasil. República Federativa do Brasil
Notícias RSS

contraste

separador

Crea-SP e FPF discutem parceria de cooperação técnica

Acordo terá como foco a segurança nos estádios

O Eng. Vinicius Marchese Marinelli, Presidente do Crea-SP, reuniu-se com Fernando Enes Solleiro, Vice-Presidente Executivo da Federação Paulista de Futebol - FPF, para discutir a elaboração de um Acordo de Cooperação Técnica entre as duas entidades, com foco na segurança dos estádios paulistas. O encontro aconteceu na sede da FPF, na tarde de quarta-feira, 17 de abril, e contou também com as presenças do Eng. Renato Becker, Conselheiro do Crea-SP e Coordenador do Grupo de Trabalho “Parceria entre Crea-SP e Federação Paulista de Futebol”; do Cel. Isidoro Suita Martinez, Vice-Presidente de Infraestrutura de Estádio da FPF; do Eng. Luiz Fernando Paiva Vella, do Departamento de Infraestrutura de Estádios da FPF; e do Eng. Guilherme Del Nero Fiorellini.

Atualmente, a legislação prevê a emissão de laudos técnicos para que os estádios sejam liberados para utilização. A FPF, no entanto, enfrenta dificuldades quanto à padronização do documento e das informações nele contidas. 

A proposta do Crea-SP é a elaboração de um termo de cooperação técnica que regulamente o formato dos laudos e quais informações devem ser apresentadas. O Conselho também defende o cadastramento de profissionais interessados em prestar serviços à FPF, tal como já acontece em outras parcerias firmadas pelo Crea-SP - é o caso do Ministério Público do Estado de São Paulo e da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, por exemplo.

O Eng. Vinicius destacou ainda a importância da exigência da Anotação de Responsabilidade Técnica - ART como instrumento mais eficiente na garantia da segurança dos estádios. "Ao contrário do laudo, que retrata apenas o momento atual, a ART é um documento oficial, válido por 2 anos, e que indica que há um profissional habilitado responsável por aquela estrutura", afirmou o Presidente do Crea-SP.

Solleiro celebrou a possibilidade de contar com o apoio técnico do Conselho. “A falta de padronização dos laudos é uma enorme dificuldade que enfrentamos atualmente, ainda mais considerando que o estado de São Paulo possui desde estádios construídos na década de 10 até arenas modernas”, frisou o Vice-Presidente Executivo da FPF.

A FPF irá agora elaborar uma minuta do acordo e encaminhará o documento para análise do Crea-SP.

 

Produzido pelo Departamento de Comunicação do Crea-SP (DCEV/SUPCEV)

 

  • compartilhar
  • Enviar por e-mail
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Linkedin
índice de notícias

Exibir notícias por:

Institucional

Fiscalização

Tecnologia

Clipping










Crea-SP

Av. Brigadeiro Faria Lima, 1059

Pinheiros • São Paulo • SP • CEP 01452-920

Atendimento: 0800-17-18-11