Brasil. República Federativa do Brasil
Notícias RSS

contraste

separador

Tem ART? 10, nota 10!

Sem responsável técnico, escolas de samba podem perder meio ponto no quesito segurança

A engenharia chegou de vez ao Sambódromo. O Regulamento Oficial dos Grupos Especial e de Acesso da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo passou a exigir que as 34 escolas que desfilaram no Sambódromo do Anhembi apresentassem as Anotações de Responsabilidade Técnica - ARTs referentes aos projetos e montagens das estruturas dos carros alegóricos e demais alegorias utilizadas pela agremiação no desfile.

Assim, a cada vez que as escolas de samba cometerem uma infração serão penalizadas e perderão meio ponto no julgamento do item “obrigações jurídicas de segurança”, o que, por si só, pode decidir o vencedor do Carnaval.

Na tarde da segunda-feira, 25/2, o presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese Marinelli, recebeu das mãos do diretor das áreas de Turismo e Eventos e Marketing SPTuris, Frederico Rozanski, e do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, Paulo Sérgio Ferreira, uma relação de Anotações de Responsabilidade Técnica – ARTs referentes aos projetos e montagens das estruturas dos carros alegóricos e demais alegorias utilizadas pela agremiação em seu desfile em 2019.

A ART é o documento que garante a existência de um responsável técnico habilitado para cada serviço prestado nas atividades da área tecnológica, garantindo melhor qualidade, mais economia e, principalmente, mais segurança para toda a sociedade.

Para ter acesso ao regulamento da Liga, clique aqui.

Produzido pelo Departamento de Comunicação e Eventos do Crea-SP – DCEV/SUPCEV


  • compartilhar
  • Enviar por e-mail
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Orkut
índice de notícias

Exibir notícias por:

Institucional

Fiscalização

Tecnologia

Clipping










Crea-SP

Av. Brigadeiro Faria Lima, 1059

Pinheiros • São Paulo • SP • CEP 01452-920

Atendimento: 0800-17-18-11