Teses e Artigos

COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO AMBIENTAL DE FERTILIZANTES NITROGENADOS PRODUZIDOS NO BRASIL

A técnica de Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) foi aplicada para realizar uma comparação ambiental entre fertilizantes nitrogenados, nitrato de amônio e uréia produzidos no Brasil. Para realizar a comparação foi definida a produção de 1 tonelada de N, o que corresponde a 2,941 toneladas de nitrato de amônio (com 34% N) e 2,17 toneladas de uréia (com 46% N). No que diz respeito aos sistemas de produto a abordagem “do berço ao portão” foi utilizada em todos os casos. A principal emissão atmosférica e o principal efluente líquido foram, respectivamente, o dióxido de carbono e os compostos de nitrogênio para os dois sistemas de produtos. A fim de executar a fase de avaliação de impactos do ciclo de vida, as seguintes categorias de impacto foram selecionadas: depleção de recursos energéticos, potencial de aquecimento global, potencial de eutrofização, potencial de toxicidade humana, potencial de acidificação, e potencial de oxidação fotoquímica. O desenvolvimento desta fase foi realizado utilizando o método CML 2 baseline 2000. A avaliação de impactos foi limitada às etapas de seleção, classificação e caracterização da metodologia. Como conclusão dos resultados da fase de inventário de ciclo de vida verificou-se, para os dois sistemas de produto, grandes consumos de água e de recursos energéticos; bem como, elevadas emissões de dióxido de carbono, evidenciando potenciais de impactos ambientais. A partir dos resultados da fase de avaliação de impactos, concluiu-se que o aquecimento global e o esgotamento dos recursos energéticos foram os potenciais de impactos ambientais mais significativos para os sistemas de produto do nitrato de amônio e da uréia.