Teses e Artigos

textoref_valorizacao

A valorização das profissões do sistema CONFEA/CREA na estruturação do setor público

Segundo trabalhos efetuados por especialistas da área, das condições fundamentais edos principais indicadores da valorização profissional destacam-se: a Dignidade, a Realização, o Reconhecimento, a Segurança, e as Perspectivas Promissoras. A Dignidade é determinada pelo respeito que a sua presença impõe. A certeza interior que o profissional tem de que está fazendo o melhor, da melhor maneira possível e que ninguém, em momento algum poderá desestabilizar a sua atuação.

A Realização Profissional ocorre ao ver materializado as idéias sem intervenções, semmutilações, sem comprometimentos, percebendo o trabalho concatenado por inicio, meioe fim da atividade desenvolvida. Daí surge o Reconhecimento Profissional, valorosa manifestação do mercado reconhecendo a realização de um trabalho personalizado e diferenciado.

Nenhum profissional, porém, se sentirá valorizado se estiver inseguro na relação com o local de trabalho. A Segurança, portanto, é também uma condição absolutamente indispensável para indicar a presença da valorização profissional. Ocorre, no entanto, que esta precisa ser conquistada à custa de uma eficaz competência profissional.

Assim, caso o trabalho não confira perspectiva de futuro, não se vislumbra continuidade, denotando não valer a pena consumir energia e esforços em novas capacitações e necessárias atualizações.

E como se situa esse assunto no que se refere aos profissionais da área das engenharias, e que atuam vinculados funcionalmente à estrutura do Estado, quer seja projetando empreendimentos ou acompanhando sua execução? São esses devidamente valorizados (?) haja vista ser o Estado financiador, regulador, e contratante de obras e serviços de engenharias em âmbito nacional.