Sugestões de Leitura e Notícias


17/02

Casa das Rosas

A Mansão das Rosas foi projetada pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo em 1930 no final da era da avenida Paulista dos barões do café. Tombada pelo Condephaat em 1985, a Casa das Rosas foi reaberta em 1995 com a proposta de ser um espaço cultural diferenciado, informatizado e dedicado a exposições. Hoje, as atividades são voltadas à leitura e pesquisa. Em 2004, a mansão passou a se chamar Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura. O acervo de 35 mil volumes da biblioteca do poeta, tradutor e ensaísta agora é de todos os paulistas.

Site: http://www.casadasrosas.org.br/

Casa das Rosas
Avenida Paulista, 37 – Bela Vista – São Paulo – SP
Fone: (011) 3285-6986/ 3288-9447
Funcionamento: Terça à sábado, das 10 às 22h; domingos e feriados, das 10 às 18 horas.
Entrada Gratuita


16/02

Feira de troca de livros e quadrinhos na BMA!

Está querendo trocar aquele livro que você já leu? Quer renovar a sua biblioteca pessoal?

Agora você consegue! Todo último sábado do mês, a Biblioteca Mário de Andrade promove uma feira de troca de livros e quadrinhos!

A próxima feira acontecerá no sábado, dia 16/02, às 14h.

Para participar, basta trazer livros e quadrinhos em bom estado de conservação, de quaisquer gêneros literários, e trocar na modalidade 1 por 1. Como o intuito da Feira é fomentar a leitura de textos literários, pedimos que não sejam trazidos livros técnicos (didáticos e escolares)

Os bibliotecários da Mário também irão avaliar se os livros apresentados estão em boas condições.

Traga seus livros e quadrinhos para trocar!

Local: Hall de entrada da Rua da Consolação, 94
Saiba Mais: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bma/programacao/index.php?p=21806

Parque Ecológico imigrantes

O projeto do Parque Ecológico Imigrantes atende aos mais altos requisitos dos órgãos ambientais nacionais e internacionais. O espaço foi pensado, projetado e construído respeitando os princípios ideais socioambientais, nos quais a inclusão social está intimamente relacionada à conservação do meio ambiente.

Voltar a paisagem da São Paulo de 500 anos atrás. Essa experiência será possível no Parque Ecológico Imigrantes, o primeiro museu vivo da paisagem natural da Grande São Paulo. Apresentando remanescentes das duas principais vegetações que formavam o território original da atual metrópole, a Mata Atlântica e os Campos Cerrados – este último praticamente extinto. Naquela região, o fundador da atual metrópole, Padre Anchieta, vislumbrou em 1554 ao sair da espessa Mata Atlântica a “Borda do Campo”, formada por campos naturais ricos em espécies e que depois nomeou cidades como Santo André e São Bernardo.

Tal combinação, de campos naturais e matas, ainda está presente no Parque Ecológico, assim como parte importante da fauna, de fácil acesso ao público, e proporcionará uma experiência única de aprendizado e entendimento da biodiversidade nativa, e de como ela pode ser recuperada e tornar melhor as nossas cidades para essa e as futuras gerações.

Site: https://www.parqueecologicoimigrantes.org.br/