Livros e Publicações

folder_vant-capa

Veículos Aéreos Não Tripulados, Autônomos ou Remotamente Pilotados e a Responsabilidade Técnica dos Profissionais do Sistema CONFEA/CREA

Com a intensa evolução tecnológica registrada nas últimas décadas, principalmente nas áreas de Eletrônica, Computação e Telecomunicações, várias áreas da atividade humana foram diretamente beneficiadas, como, por exemplo, as atividades de Mapeamento e Cartografia, onde hoje são utilizados inúmeros sensores e plataformas adotados na geração de mapas digitais de alta resolução e no monitoramento aéreo. Estão entre esses recursos os Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs), popularmente conhecidos por drones, já utilizados tanto em caráter recreativo como profissional.

Esses veículos se apresentam no mercado em diferentes configurações e características, desde os menores e mais leves, pesando poucos gramas, até os de grandes dimensões, pesando toneladas.  Eles são desenvolvidos para as mais diversas finalidades e aplicações, entre elas a captura de imagens aéreas, nas formas de fotografia e vídeo.
Com o avanço tecnológico já é possível embarcar em VANTs, cada vez menores e mais leves, diminutas câmaras fotográficas e minúsculos sistemas inerciais e receptores GNSS. Somando-se a isso o aprimoramento dos processos aerofotogramétricos, pode-se dizer que esse tipo de plataforma deverá dispor-se cada vez mais ao atendimento de múltiplas necessidades técnicas.

Em virtude de sua complexidade, o tema demanda hoje certa atenção do Sistema Confea/Crea, para que as atividades do setor sejam desenvolvidas com qualidade e segurança, em benefício dos profissionais que as executam e de toda a sociedade.