Livros e Publicações

folder_saude_populacao-capa

Por que Fiscalizar os Serviços de Saúde

Segundo estudos na área da Engenharia aplicada aos serviços de saúde, o controle sobre as atividades do setor começou a ganhar importância no Brasil no fim da década de 1980, quando dados oficiais estimavam que de 21 a 40% dos  equipamentos  médicos  no   país   estavam   desativados   por  falta  de  conserto ou de peças   de   reposição e  até mesmo por falta de  instalação, resultando em enormes desperdícios financeiros e muito risco para os pacientes. A partir de então percebeu-se que a contribuição dos Engenheiros como alternativa para reverter esse quadro era imprescindível.

Mas, mesmo com os avanços da profissionalização na área, ainda informalmente conhecida por Engenharia Clínica ou Engenharia Hospitalar, cerca de 90% de hospitais brasileiros não possuem Departamentos de Engenharia e Manutenção bem estruturados. E mais: estudiosos informam que cerca de 22% dos erros e acidentes dentro de clínicas, postos de saúde e hospitais são causados por falhas em equipamentos e infraestrutura, como falta de energia elétrica e falha no fornecimento de oxigênio, só para citar dois exemplos.

Com base nessa dura realidade, é importante que a população tome conhecimento desses problemas e cobre dos gestores de serviços de saúde o compromisso de desenvolver medidas que minimizem os acidentes em sua área de atuação. São medidas que podem impactar beneficamente a vida dos pacientes, principalmente no que diz respeito à segurança dos equipamentos. O comprometimento é a peça-chave na prevenção de acidentes e na preservação da vida.

Ciente da sua função fiscalizadora das profissões da área tecnológica e do seu papel em defesa da sociedade, o Crea-SP criou em 2016 o “Grupo de Trabalho Fiscalização em Serviços de Saúde”, que agora apresenta este conteúdo, visando, com a ajuda dos usuários do sistema de saúde, contribuir para a criação de uma cultura de segurança na saúde, em benefício das instituições públicas e privadas e de seus usuários.