Livros e Publicações

978-85-7983-304-5

Fernando de Azevedo: dilemas na institucionalização da Sociologia no Brasil

/

Alessandra Santos Nascimento discute, neste livro, o papel desempenhado por Fernando de Azevedo (1894-1974) na institucionalização da Sociologia no país, refletindo também acerca de atuação do sociólogo, professor e escritor mineiro radicado em São Paulo no processo de modernização do Brasil entre as décadas de 1930 e 1960.

A pesquisadora lança a hipótese de que a trajetória institucional e a obra de Fernando Azevedo – que escreveu perto de duas dezenas de livros e centenas de ensaios e artigos, principalmente para o jornal “O Estado de São Paulo” – demonstram que a história das Ciências Sociais no Brasil demanda uma interpretação diferente da que hoje vigora quase como um cânone: a de que sua institucionalização teria ocorrido a partir da década de 1960.

Para a autora, a atuação de Azevedo mostra que tal processo começou bem mais cedo: no fim dos anos 1920 ele já despontara como significativo intérprete da cultura nacional, apaixonado humanista e importante construtor institucional do que aos poucos se tornariam as Ciências Sociais brasileiras.

Cultura Acadêmica: http://www.culturaacademica.com.br/catalogo-detalhe.asp?ctl_id=309