Livros e Publicações

A origem da Universidade Baiana

A construção da universidade baiana

/

Antonietta d’Aguiar Nunes1

Quando se fala em educação superior na Bahia, pensa-se logo no primeiro curso de nível superior criado no Brasil pelo Príncipe Regente D. João, em 1808, quando passou pela Bahia a caminho do Rio de Janeiro, por ocasião da transferência da corte portuguesa para o Brasil: Medicina e Cirurgia.

Pode-se ainda citar as tentativas de legitimar graus universitários feitas pelos jesuítas no século XVII, apoiadas pela Câmara de Salvador, mas sempre recusadas pelo rei português. Embora o superior dos jesuítas em Roma houvesse autorizado a concessão do grau de Bacharel e de Mestre em Artes e Teologia Moral e Especulativa no Brasil, El Rei concedeu apenas, em diferentes momentos, que se levasse em conta os estudos realizados no colégio jesuíta do Brasil para dispensa de cursar um ano de Lógica na Universidade de Coimbra, fatos estes bem rememorados por Alberto Silva em sua obra sobre as raízes históricas da Universidade da Bahia.