folder_equidade-capa

Equidade de Gênero

Homens e mulheres devem ser tratados de forma justa, de acordo com as respectivas necessidades. Deve ser considerado, valorizado e favorecido o tratamento de forma a se equivalerem direitos, deveres, benefícios, obrigações e oportunidades entre ambos, tendo assim o mesmo foco, a mesma voz, metas e ideais.

A diversidade cultural no Brasil é notória, levando à desigualdade dos gêneros, e ainda persiste a desigualdade no mercado de trabalho, nos rendimentos, na política e, principalmente, no que tange à violência doméstica, que continua atingindo milhares de mulheres brasileiras.

É fundamental incentivar a valorização da mulher na sociedade, por meio da conscientização educacional.

De acordo com as estatísticas apresentadas, percebe-se que as mulheres não têm o devido reconhecimento por sua capacidade e habilidade, e, talvez por questões culturais, políticas ou mesmo preconceituosas, as mulheres acabam ocupando posições inferiores.

Entende-se que devem ser realizadas campanhas educativas incentivando a maior participação das profissionais junto às Entidades de Classe e Instituições de Ensino, e no Sistema Confea/Crea em geral.

A equidade de gêneros é a base para uma sociedade livre de preconceito e discriminação.